Destaque 3Mais LidasMundoNotícias

Familiares das vítimas do 11 de Setembro e autoridades prestam homenagens nos EUA

Cerimônias nas três cidades onde caíram os aviões sequestrados pela Al Qaeda marcam 20 anos dos atentados. Biden e ex-presidentes americanos participam dos eventos. Trump não compareceu.

Familiares das vítimas do 11 de Setembro e autoridades prestam homenagens nos EUA
Familiares das vítimas do 11 de Setembro e autoridades prestam homenagens nos EUA

Familiares das vítimas do 11 de Setembro e autoridades prestam homenagens nos EUA.

Familiares e autoridades americanas realizam uma cerimônia em homenagem às vítimas dos atentados terroristas de 11 de setembro, em Nova York, na manhã deste sábado (11), data em que a tragédia completa 20 anos. Durante o ato, é realizada uma leitura com o nome de cada pessoa. Parentes e amigos também leem depoimentos, emocionados.

Naquela terça-feira de setembro de 2001, quatro aviões foram sequestrados por membros da rede Al-Qaeda; dois deles se chocaram contra as Torres Gêmeas em Nova York. O local atualmente é conhecido como Marco Zero.

Além dos dois aviões que avançaram contra o World Trade Center, sequestradores da Al-Qaeda arremessaram um terceiro avião contra o Pentágono, na capital Washington DC, onde também ocorre um tributo às vítimas.

Na Pensilvânia, onde um quarto avião – o vôo 93, que tinha como alvo o Capitólio, na capital dos EUA – foi derrubado em um campo vazio matando 44 passageiros, a vice-presidente Kamala Harris e o ex-presidente George W. Bush prestam homenagem às vítimas.

O presidente Joe Biden e a primeira-dama Jill Biden participaram das homenagens às vítimas em Nova York e, por volta das 11h15, partiram para a cerimônia na Pensilvânia.

>>Covid-19: 70 milhões já receberam duas doses ou dose única da vacina

No Marco Zero, acompanham a cerimônia os ex-presidentes americanos Bill Clinton e Barack Obama; as ex-primeiras-damas Hillary Clinton e Michelle Obama; o ex-prefeito de Nova York Michael Bloomberg; a presidente da Câmara dos EUA, Nancy Pelosi; e o líder da minoria no Senado, Charles Schumer.

O ex-presidente republicano Donald Trump não participou de nenhuma das três cerimônias realizadas neste sábado.

Às 8h46, quando um dos aviões atingiu a primeira torre do World Trade Center em 2001, os familiares fizeram um minuto de silêncio no Marco Zero. Outros minutos de silêncio ocorreram às 9h03, quando o vôo 175 se chocou contra os andares 77 e 85 da Torre Sul e às 10h28, quando a Torre Norte desabou.

Logo após o segundo minuto de silêncio, o cantor Bruce Springsteen se apresentou no Marco Zero. Outras apresentações musicais marcam o evento.

Ao todo, 2.977 pessoas de 77 países foram mortas nos ataques de 11 de setembro, além dos 19 sequestradores dos aviões.

Fonte : G1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo