Destaque 3INSSMais LidasNotícias

INSS estabelece medidas de prevenção contra Covid-19 para reabertura

Acesso terá medição de temperatura e uso obrigatório de máscara

INSS estabelece medidas de prevenção contra Covid-19 para reabertura
Foto: Márcia Foletto / 15.01.2019

INSS estabelece medidas de prevenção contra Covid-19 para reabertura.

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) publicou, nesta sexta-feira (dia 11), medidas de controle para evitar a disseminação da Covid-19 e garantir a segurança da população e dos funcionários com a reabertura das agências, prevista para a próxima segunda-feira (dia 14). De acordo com o instituto, haverá aferição de temperatura dos segurados na entrada das unidades. Essa medição poderá ser feita por servidor, terceirizado ou colaborador.

O atendimento será feito apenas mediante agendamento. A marcação poderá ser feita pela central telefônica 135, pelo aplicativo ou pelo portal Meu INSS. O horário também será restrito: das 7h às 13h. E nem todos os serviços estarão disponíveis. Além disso, somente as agências em boas condições de segurança sanitária serão reabertas.

>INSS: Reabertura terá menos da metade das agências abertas

Os segurados serão informados sobre a necessidade do uso de máscara dentro das agências e álcool em gel para higienização das mãos. Caso a pessoa que deseje ingressar na agência esteja utilizando máscara úmida, suja ou rasgada, uma descartável será fornecida. Também deverá ser mantido o distanciamento mínimo de um metro entre as pessoas.

Caso a temperatura aferida esteja acima de 37.5°C, uma nova medição deverá ser feita após alguns minutos, preferencialmente com outro termômetro. Caso a alta seja confirmada, o acesso do segurado será proibido.

O cidadão será, então, orientado a fazer um reagendamento do serviço pelo portal ou aplicativo Meu INSS ou pela central telefônica 135. Neste caso, será resguardada a data inicial do requerimento para fins de futura concessão do benefício.

>Caixa começa a pagar parcela de R$ 300 semana que vem

Os funcionários também usarão Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) fornecidos pelo INSS. Aquele servidor cuja temperatura indicar febre (>37.5°C) deverá procurar um médico e ficar em isolamento domiciliar por 14 dias ou até o resultado do teste que elimine a suspeita de infecção.

No caso de terceirizado ou colaborador, o fato será comunicado à empresa prestadora do serviço, solicitando a reposição da força de trabalho, com sugestão de afastamento do trabalhador por 14 dias.

>Síndrome associada à covid-19 já atingiu 197 crianças e adolescentes

As medidas de prevenção constam da Portaria 924 do INSS, publicada no Diário Oficial da União desta sexta-feira (dia 11).

Fonte: Jornal Extra

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo